Prakruti & Vikruti

O Ayurveda baseia-se no sistema filosófico samkhya nos 5 elementos que formam toda a manifestação material do universo: Terra ou Prithvi; Água ou Jala; Fogo ou Agni/Tejas; Ar ou Vayu; Éter ou espaço, Akasha.

Compreender estes cinco elementos (pancha mahabhutas) ajuda-nos a interpretar o universo externo, mas também o nosso mundo interior. A combinação destes elementos determina o nosso tipo de mente/corpo, hábitos, personalidade e a predisposição para problemas de saúde.

Toda a matéria é composta de cinco elementos que constituem os blocos formadores da existência. No entanto, apenas a matéria viva possui os doshas, as três forças que governam todos os processos biológicos.

Os doshas são energias básicas que existem em proporções únicas em cada organismo, alimento e, até mesmo, estação do ano. Todos têm um papel essencial a desempenhar e nenhum é melhor do que o outro.

Os doshas são:

  • VATA, regido por ar e éter;
  • PITTA, regido por fogo e água;
  • KAPHA, regido por terra e água.

Regra geral, todas as pessoas possuem os três doshas, mas em diferentes proporções. Cada ser humano apresenta um dosha predominante que explica os seus perfis mental, físico, emocional e comportamental. Alguns apresentam dois e outros, mais raros, apresentam características dos três doshas em igual proporção. Embora todos sejam compostos pelos mesmos cinco elementos, as diferentes combinações desses elementos dão origem ao tipo de mente/corpo específico de cada pessoa, que é tão individual como a sua impressão digital – é a sua cartografia exclusiva de existência.

Seja qual for a combinação, esta chama-se Prakruti (em sânscrito significa “natureza, origem”) e é determinada à nascença; muitos textos fazem a referência de que é definido no momento da concepção. Neste caso o Prakruti é influenciado pela genética dos pais e também pelo tipo de alimentação da mãe, pelos seus hábitos, pelo seu estilo de vida durante a gestação.

O teu Prakruti pode ser considerado como sendo o teu ponto base que define o teu equilíbrio e que quanto mais próximo estiveres dele mais te mantens em consonância com a tua Natureza. Alterar o teu Prakruti seria como alterar a cor dos olhos ou até a tua altura.

Ao nascermos, tal proporção está em equilibrio mas com o tempo e a vida desregrada, quando contrarias a tua natureza instrínseca e segues padrões de dieta e estilo de vida que não estão alinhados com o teu pakruti, surge o desiquilíbrio em um ou mais desses doshas, contribuindo para o surgimento e desenvolvimento de doenças. Os doshas estão em constante movimento, percorrendo todas as células e canais do corpo. É, por isso, importante saber como mantê-los em harmonia de modo a evitar desequilíbrios, que se designam por Vikruti.

Vikruti é o nosso estado atual e é uma consequência de todas as alterações e desequilíbrios acumulados ao longo da vida. Em sânscrito, Vikruti quer dizer “alteração do corpo, mente e consciência”. O Vikruti pode sofrer flutuações anuais, mensais, diárias ou até mesmo a cada minuto.

De acordo com o Charaka Samhita, o dever do médico ayurvédico é determinar o nosso Prakruti (a nossa constituição) e Vikruti (o nosso desequilíbrio), e, de seguida, prescrever medidas para corrigir os desequilíbrios e fazer com que regressemos ao nosso estado normal, equilibrado. Por isso, é o Vikruti que tratamos, não o Prakruti.

Tanto a Prakruti como Vikruti são compostos de proporções específicas dos doshas (Vata, Pitta e Kapha).

Os doshas são as forças bionergéticas do corpo que sustentam a vida. Sem qualquer um deles, a vida não existiria. Os doshas não só formam o Prakruti, como também desempenham um papel funcional e regulam tudo o que acontece no nosso corpo. Cada célula do nosso corpo contém os três doshas e as suas ações específicas. As suas funções básicas podem ser definidas ampla e simplesmente:

  • O dosha VATA é o princípio dominante no corpo que controla o movimento e a regulação;
  • O dosha PITTA é o princípio que rege o calor, controla o metabolismo e a digestão;
  • O dosha KAPHA é o princípio responsável pela estrutura física, crescimento e equilíbrio dos fluídos.

Cada célula do corpo precisa conter esses três princípios a fim de sustentar a vida.

Os três doshas são responsáveis por todos os processos fisiológicos e psicológicos; são as forças dinâmicas que determinam o crescimento, a transformação e a decadência. Estão constantemente em fluxo, à medida que reagem às suas ações, pensamentos e emoções, à altura do dia, à estação, aos alimentos que consome – tudo aspetos que influenciam a função da tua mente e corpo. Isso significa que podes associar um dosha e as respetivas características a tudo.

Precisas ter:

  • VATA para o movimento, para respirar, para que o sangue circule, para que os alimentos se desloquem através do aparelho digestivo e para enviar impulsos nervosos ao cérebro e a partir dele;
  • PITTA a fim de assimilar e processsar os alimentos, o ar e a água através dos diversos sistemas do corpo;
  • KAPHA, ou estrutura, para manter as células juntas e formar os músculos, a gordura, os ossos e o tecido conjuntivo.

Embora a natureza precise dos três princípios para criar e sustentar a vida humana, cada um de nós, como dito anteriormente, encerra diferentes proporções dos doshas na nossa constituição básica. Quando se diz, por exemplo, que uma pessoa é do “tipo Vata”, quer-se dizer que certas características Vata são dominantes na estrutura dessa pessoa. Os indivíduos do Tipo Pitta ou do tipo Kapha terão as suas características predominantes particulares.

Quando os doshas estão em harmonia (um estado de equilíbrio) com o seu estado natural (prakruti), goza de boa saúde, vitalidade, agilidade, força, flexibilidade e bem-estar emocional – a melhor versão de si mesmo, e os seus doshas revelam sinais físicos, mentais e emocionais saudáveis.

Ao identificares e compreenderes o teu tipo de corpo, podes colocar a tua alimentação, a tua rotina diária e até mesmo o teu comportamento casual em perfeita harmonia com a tua fisiologia como um todo e começar a ter acesso às tuas próprias reservas internas de energia.

Vamos então descobrir qual é a tua Natureza?

É importante compreenderes que a maioria das pessoas são “bi-dóshicas”. A sua constituição é estruturada em torno de uma combinação de dois tipos de corpo e, em alguns casos, dos três.

A forma mais ajustada de gerir o equilíbrio corpo-mente e de nos relacionarmos com o meio ambiente está ligada à nossa energia única, ou prakruti.

O efeito prático dessas ideias torna-se mais claro quando respondes a um questionário ayurvédico, que se destina a ajudar-te a determinar as tuas influências particulares dos doshas.

Identifica o teu dosha predominante e conhece as tuas principais fontes de vitalidade e desequilíbrio.

O equilíbrio dos doshas pode sofrer alterações em vários momentos da vida. De modo a obteres um resultado fiável responde ao questionário de forma objetiva e tendo também em conta as fases da infância e idade adulta jovem.

Portanto deves responder ao questionário duas vezes.

Na primeira vez, pensa em como sempre foste, nas tuas tendências naturais desde que eras mais novo e em como reages na maior parte do tempo quando te sentes bem; responde a cada pergunta em conformidade; poderá ser-te útil responder com alguém que te conheça muito bem, por exemplo os pais. O resultado indicará o prakruti.

Ao responderes uma segunda vez, seleciona as respostas que representam o teu estado atual – e sê sincero. Mais uma vez seleciona todas as respostas que se aplicam a cada pergunta. Isto vai realçar o teu vikruti, o teu desiquilíbrio.

A seguir, podes comparar com os primeiros resultados e determinar a dimensão do teu desequilíbrio.

Embora só existam três doshas, o Ayurveda combina-os de várias maneiras diferentes para chegar aos tipos de corpo distintos.

Questionário Ayurvédico

Este resultado tem um caráter meramente orientador e não substitui uma consulta com um terapeuta especializado.

Queres saber mais?

Solicitar Consulta

Adicione um Comentário